Brazilian Journal of Otorhinolaryngology Brazilian Journal of Otorhinolaryngology
Braz J Otorhinolaryngol 2018;84:66-73 DOI: 10.1016/j.bjorlp.2017.05.051
Artigo original
Effect of hearing aids use on speech stimulus decoding through speech‐evoked ABR
Efeito do uso do AASI na decodificação do estímulo de fala por meio do Peate‐fala
Renata Aparecida Leitea,, , , Fernanda Cristina Leite Magliaroa, Jeziela Cristina Raimundob, Mara Gândarab, Sergio Garbib, Ricardo Ferreira Bentob, Carla Gentile Matasa
a Universidade de São Paulo (USP), Curso de Fonoaudiologia, São Paulo, SP, Brasil
b Universidade de São Paulo (USP), Fundação de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas, Ambulatório de Saúde Auditiva Reouvir, São Paulo, SP, Brasil
Recebido 16 Agosto 2016, Aceitaram 15 Novembro 2016
Resumo
Introdução

As respostas eletrofisiológicas obtidas com o Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico complexo (Peate-c) fornecem medidas objetivas do processamento subcortical dos estímulos de fala e outros estímulos complexos. O Peate-c também vem sendo utilizado para verificar a plasticidade na via auditiva nas regiões subcorticais.

Objetivo

Comparar os resultados do Peate-c obtidos em crianças usuárias de Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI), antes e após 9 meses da adaptação, bem como comparar os resultados destas crianças com os obtidos em crianças com audição normal.

Método

Foram avaliadas 14 crianças com audição normal (Grupo Controle – GC) e 18 crianças com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderado bilateral (Grupo Estudo – GE), na faixa etária de 7 a 12 anos. As crianças foram submetidas às Audiometrias Tonal e Vocal, Medidas de Imitância Acústica e Peate com estímulo de fala, sendo submetidas às avalições em três momentos diferentes: avaliação inicial (M0), 3 meses após avaliação inicial (M3) e 9 meses após a avaliação inicial (M9), sendo que no M0 as crianças do grupo estudo ainda não faziam uso do AASI.

Resultados

Na comparação entre GC e GE, observou-se que o GE apresentou menor mediana para a amplitude V-A no M0 e no M3, menor mediana para a latência do componente V no M9 e, maior mediana para a latência do componente O no M3 e no M9. Observou-se no GE, redução na latência do componente A no M9.

Conclusão

Crianças com perda auditiva de grau leve a moderado apresentaram déficit no processamento do estímulo de fala sendo que o principal prejuízo está relacionado à decodificação da porção transitória do espectro deste estímulo. Evidenciou-se que o uso do AASI promoveu a plasticidade neuronal do Sistema Nervoso Auditivo Central após um tempo prolongado de estimulação sensorial.

Abstract
Introduction

The electrophysiological responses obtained with the complex auditory brainstem response (cABR) provide objective measures of subcortical processing of speech and other complex stimuli. The cABR has also been used to verify the plasticity in the auditory pathway in the subcortical regions.

Objective

To compare the results of cABR obtained in children using hearing aids before and after 9 months of adaptation, as well as to compare the results of these children with those obtained in children with normal hearing.

Methods

Fourteen children with normal hearing (Control Group–CG) and 18 children with mild to moderate bilateral sensorineural hearing loss (Study Group–SG), aged 7–12 years, were evaluated. The children were submitted to pure tone and vocal audiometry, acoustic immittance measurements and ABR with speech stimulus, being submitted to the evaluations at three different moments: initial evaluation (M0), 3 months after the initial evaluation (M3) and 9 months after the evaluation (M9); at M0, the children assessed in the study group did not use hearing aids yet.

Results

When comparing the CG and the SG, it was observed that the SG had a lower median for the V–A amplitude at M0 and M3, lower median for the latency of the component V at M9 and a higher median for the latency of component O at M3 and M9. A reduction in the latency of component A at M9 was observed in the SG.

Conclusion

Children with mild to moderate hearing loss showed speech stimulus processing deficits and the main impairment is related to the decoding of the transient portion of this stimulus spectrum. It was demonstrated that the use of hearing aids promoted neuronal plasticity of the Central Auditory Nervous System after an extended time of sensory stimulation.

Keywords
Auditory evoked potentials, Hearing loss, Child, Hearing aids, Hearing
Palavras‐chave
Potenciais evocados auditivos, Perda auditiva, Criança, Auxiliares de audição, Audição
Braz J Otorhinolaryngol 2018;84:66-73 DOI: 10.1016/j.bjorlp.2017.05.051