Brazilian Journal of Otorhinolaryngology (English Edition) Brazilian Journal of Otorhinolaryngology (English Edition)
Braz J Otorhinolaryngol 2014;80:111-9 DOI: 10.5935/1808-8694.20140025
Experimental study of the use of auricular cartilage with and without Gelfoam® on the nasal dorsum of rabbits
Estudo experimental da utilização de cartilagem auricular com e sem Gelfoam® em dorso nasal em coelhos
Breno Simões Ribeiro da Silvaa,, , José Eduardo Lutaif Dolcib
a Graz University, Austria
b Faculdade de Ciências Médicas, Santa Casa de São Paulo, São Paulo, SP, Brazil
Received 09 January 2013, Accepted 10 November 2013
Abstract
Introductions

There are several materials for reconstruction of nasal dorsum deformities, which are divided into four categories: autologous, homologous, heterologous, and alloplastic grafts.

Objective

To compare experimental conditions through inflammatory time reactions in ear cartilage grafts with and without Gelfoam® when grafted on the nasal dorsum of rabbits.

Methods

This study included 30 rabbits, divided into two groups of 15 rabbits each (Gelfoam® and cartilage group and cartilage group), and then divided into three sub-groups of 7, 30, and 60 days of follow-up, where the 1.5cm long and 0.5 wide grafts were placed in the stock grafting on the nasal dorsum of rabbits, half with and half without Gelfoam®. After the specified period, the rabbits in each group were euthanized, and the grafts were then submitted to a histological study.

Results

The experimental group revealed more neovascularization and granulation tissue formation; in terms of the presence of acute and chronic inflammatory process, the results were virtually identical in rabbits from both the control and experimental models in all three groups.

Conclusion

There was no statistical difference to justify the use of Gelfoam® surrounding cartilage graft for nasal dorsum reconstruction.

© 2014 Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Published by Elsevier Editora Ltda. All rights reserved.

Resumo
Introdução

Existem inúmeros materiais para reconstrução de deformidades do dorso nasal que são divididos em quatro categorias: enxertos autólogos, homólogos, heterólogos e aloplásticos.

Objetivo

Comparar as condições através do tempo das reações inflamatórias do enxerto de cartilagem auricular com e sem Gelfoam® quando colocadas no dorso nasal de coelhos.

Método

Foram estudados 30 coelhos, em dois grupos de 15 coelhos cada (Grupo com cartilagem e Grupo com cartilagem mais Gelfoam®) e em seguida subdivididos em três sub grupos de 7, 30 e 60 dias de seguimento onde os enxertos de 1,5 centímetro de comprimento e 0,5 de largura eram colocados metade com Gelfoam® e outra metade sem Gelfoam® na bolsa de enxertia sobre o dorso nasal de coelhos. Após o período determinado, os coelhos de cada grupoforam submetidos à eutanásia e a seguir os enxertos foram submetidos a estudo histológico.

Resultados

O grupo experimental foram os que mais apresentaram neovascularização e formação de tecido de granulação e em relação a presença de processo inflamatório agudo e crônico, os resultados se mostraram praticamente iguais tanto nos coelhos do modelo controle quanto no experimental em todos os três grupos.

Conclusão

Não há diferença estatística entre os grupos.

© 2014 Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. Publicado por Elsevier Editora Ltda. Todos os direitos reservados.

KEYWORDS
Rabbits, Reconstruction, Nose, Cartilage, Ear
Keywords
PALAVRAS-CHAVE, Coelhos, Reconstrução, Nariz, Cartilagem, Orelha
Braz J Otorhinolaryngol 2014;80:111-9 DOI: 10.5935/1808-8694.20140025